Barquinhos em miniatura

Miniatura de barquinhos - Paraty - RJ - Foto: Débora Bedin

A comunidade caiçara do Mamanguá, muito ligada ao mar, sempre desenvolveu seus instrumentos de pesca, transporte e utilitários como canoas, remos, covos para pegar siris, cestos para farinha, gamelas, esteiras, etc.

Como as crianças não tinham acesso aos brinquedos industrializados, os adultos começaram a fazer barquinhos em miniatura feitos de madeira da caixeta.
 
O brinquedo começou a ser vendido nas lojas de Paraty e, hoje, visto como peça decorativa, é o principal sustento de várias famílias do Mamanguá.
 
Os artesãos fazem um uso sustentável da árvore da caixeta e participaram de cursos para primar pela qualidade do acabamento do produto, atendendo às exigências do mercado, mas sem perder a essência de seu fazer tradicional.  
 
Hoje há uma infinidade de tipos de embarcação em miniatura (canoas, traineiras, veleiros, escunas, remos), assim como tamanhos e formatos (barquinhos para colocar na mesa, para brincar, com ímã para geladeira ou para pendurar na parede). Veja abaixo imagens que mostram a produção artesanal destes barquinhos.
01 a 31
Circuito de Festas Juninas de Paraty
02 e 03
Workshop de criação audiovisual do Festival Internacional de Cinema de Paraty
06 a 07
4º Swimrun
12 a 21
Festa de Santa Rita
24 a 28
20º OFF FlIP
Previous
Next
Compartilhe em suas Redes Sociais: